• Kosop Clínica Médica

Dia Mundial Sem Tabaco.



O Dia Mundial Sem Tabaco foi criado em 1987 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para conscientizar a população mundial sobre os malefícios dos cigarros.


O consumo do tabaco é o principal fator de risco para o desenvolvimento de câncer de pulmão e um importante fator de risco para a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), tuberculose, dentre outras enfermidades pulmonares.


Por isso, separamos 5 dicas preciosas para ajudar você a parar de fumar.


Encontre um motivo pessoal para abandonar o vício.


Para ficar motivado, você precisa de um motivo pessoal poderoso, que seja mais forte do que a nicotina. Escolha o seu: mais disposição e juventude, economia de dinheiro, fôlego de sobra, a alegria de alguém da sua família ou o compromisso com um cônjuge ou filho. Enfim, algo que realmente te emocione e faça você encarar esse desafio que, sabemos, não é nada fácil.


Prepare-se com antecedência.


Parar de fumar é muito mais do que apenas jogar fora a sua carteira de cigarros. Fumar é um vício muito forte. O cérebro está viciado em nicotina. Se você tem dúvidas, fale com um especialista para entender o que irá acontecer com o seu corpo e a sua mente ao tentar parar de fumar. Informe-se, defina uma data e coragem!


Considere os métodos de substituição de nicotina.


Quando você para de fumar, a abstinência da nicotina pode causar dores de cabeça, afetar seu humor e diminuir a sua energia. Para muitos, a terapia de reposição de nicotina pode conter essas consequências. Estudos mostram que chicletes, pastilhas e adesivos de nicotina podem aumentar as suas chances de sucesso, especialmente para aqueles que já tentaram uma vez e voltaram ao vício.


Evite álcool, café ou outros estimulantes.


Quando você bebe, é mais difícil cumprir sua meta de não fumar. Portanto, tente limitar o consumo de álcool por um tempo. Da mesma forma, se você costuma fumar quando toma café ou após as refeições, lembre-se disso e mude seus hábitos antecipadamente, deixando de fumar nessas ocasiões antes de parar definitivamente.


Aproveite o fôlego renovado e pratique alguma atividade física.


Ser ativo fisicamente pode reduzir a vontade por nicotina e aliviar os sintomas da abstinência. As calorias que você irá queimar também evitam o ganho de peso que pode acontecer nesse período.


Os ganhos de parar de fumar são automáticos: depois de 20 minutos, sua frequência cardíaca volta ao normal. Em um ou dois dias, o nível de monóxido de carbono no sangue também volta ao nível de um não fumante. Em apenas três semanas, você começará a diminuir as suas chances de um ataque cardíaco. Em um ano, essa chance cai 50% em relação a um fumante ativo. A longo prazo, diminui a chance de câncer de pulmão e outros tipos de tumores.


Para obter ajuda dos nossos psiquiatras para parar de fumar, marque uma consulta com o Dr. Marcelo ou a Dra. Nilce: WhatsApp (41) 99111-6472 ou telefone (41) 3022-6472.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo