• Kosop Clínica Médica

3 verdades e 1 mito sobre o câncer de tireoide.


Ser diagnosticado com câncer de tireoide é uma realidade difícil de encarar. Além do choque com a notícia, você pode se sentir sobrecarregado com a quantidade de informações que receberá. Muitas vezes, o que circula em conversas ou redes sociais são apenas mitos, o que pode tornar a sua jornada ainda mais confusa. Por isso elaboramos esse conteúdo para esclarecer algumas dúvidas que aparecem na Kosop Clínica Médica em Curitiba.


Os sintomas e fatores de risco da doença.


O sintoma mais comum do câncer de tireoide é um nódulo, caroço ou inchaço no pescoço. Muitas vezes, ele cresce rapidamente. Também são comuns dores no pescoço que irradiam para os ouvidos, rouquidão, dificuldade para engolir, tosse e problemas respiratórios.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, os principais fatores de risco do câncer de tireoide são o histórico de contato com radioterapia em baixas doses, casos de câncer de tireoide na família ou dieta pobre em iodo. Também contribuem para o desenvolvimento da doença a obesidade, o tabagismo, uso indiscriminado de hormônios e a poluição.


3 verdades e 1 mito comum sobre o câncer de tireoide.


VERDADE: O câncer de tireoide pode se desenvolver em qualquer idade. Muita gente pensa que se trata de uma doença geriátrica, mas casos podem acontecer desde a infância.


VERDADE: Apenas 5% dos nódulos da tireoide são cancerosos. Trata-se de uma boa notícia, mas é preciso verificar todos os casos e detectar o tumor precocemente para ter mais chances de sucesso do tratamento. Por isso, marque consultas preventivas regularmente.


VERDADE: É uma doença mais diagnosticada em mulheres. Estima-se que o número de casos novos de câncer de tireoide para o Brasil, para cada ano do triênio 2020-2022, será de 1.830 casos novos em homens e de 11.950 em mulheres.


MITO: Não terei uma vida normal após a cirurgia para retirada da tireoide.


Você pode viver uma vida longa, plena e perfeitamente normal sem a tireoide ou com apenas parte dela. Depois do período de recuperação, a maioria dos pacientes é capaz de fazer tudo o que fazia antes da cirurgia. Muitos desenvolvem hipotireoidismo após o tratamento, exigindo um tratamento contínuo com hormônio tireoidiano sintético.


Para marcar uma consulta com a nossa endocrinologista especialista em tireoide, a Dra. Rafaela Kosop, basta ligar (41) 3022-6472 ou mandar um Whats para (41) 99111-6472.

1 visualização0 comentário

©  2019 por GAS Branding e Comunicação

KOSOP CLÍNICA MÉDICA

Segunda a sexta

8h às 18h

CONTATOS E AGENDAMENTO

(41) 3022-6472

(41) 99111-6472

contato.kosopcm@gmail.com

Av. João Gualberto, 1342 - sala 1813 | Juvevê, Curitiba 

ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • White Facebook Icon

Diretor técnico médico: Dr Ricardo Paul Kosop – CRM/PR 28565